Apostando em trapfunk, Haikaiss lança clipe de “No Toque da Meca”

Apostando em trapfunk, Haikaiss lança clipe de “No Toque da Meca”

Com produção audiovisual focada em dança e coreografias, faixa traz ainda challenge no TikTok, e tem participação do rapper Kawe

Ajude o site PRUSMANO, faça uma doação

O que o Haikaiss e o Kawe têm em comum? A partir desta sexta-feira (12), a resposta para essa pergunta é a produção de “No Toque da Meca”. Apostando em um trapfunk de sonoridade leve e dançante, o novo single do grupo de rap – que é o primeiro após o lançamento do álbum “Aquário”, em 2020 – chega com um clipe animado e repleto de coreografias, coroando a parceria inédita com o paulista.

Assim como o clipe, a faixa sai pela Som Livre e já está disponível em todas as plataformas de música – ouça aqui.

“Tudo começou quando nosso empresário recebeu um contato da produtora do Kawe interessado em fazer uma participação com a gente. Eu já conhecia o trabalho dele e sabia do potencial que ele iria se tornar, então respondemos que em troca a gente também gostaria que ele participasse de um som nosso e eles toparam na hora”, conta Pedro Qualy, integrante do Haikaiss, sobre a parceria.

Começamos a trabalhar do zero, a gente não tinha nada no som. Fomos então escutando as batidas e na hora rolou uma com uma pegada meio jazz, com saxofone e tal. Na hora eu fiquei apaixonado e falei ‘tem que ser essa’! Não deu cinco minutos e o Kawe já estava com o refrão da música pronto. Começamos a escrever a letra e em menos de uma hora ela também já estava finalizada”, completa, ressaltando a fluidez do trabalho em conjunto.

Com direção de Mateus Rigola, o vídeo mescla cenas externas e em estúdio. A abertura traz Qualy como um frentista de posto de gasolina ao lado de outros atores e dançarinos. Fazendo um contraponto, Spinardi chega ao local com o convidado Kawe em uma lancha puxada por uma picape de luxo.

Além de compor o clima de ostentação cantado na música, os fãs mais atentos podem pegar a referência: a embarcação presente no clipe de “No Toque da Meca” remete à usada por Kawe no vídeo de “MDS”, cuja música virou hit e atingiu recentemente o 1º lugar no top 50 do Spotify, ultrapassando sucessos de nomes como Barões da Pisadinha, Anitta, Pabllo Vittar e Luísa Sonza. Sobre a colaboração com Haikaiss no lançamento da faixa, Kawe diz: “É uma grande satisfação lançar com um grupo que sou fã desde moleque. Espero que a galera curta tanto quanto vem curtindo as outras músicas”.

Apesar de estar presente em toda a produção audiovisual, é nos takes em estúdio que o ponto alto das danças acontece. Assinada por Waah, que também é influenciador no TikTok, a coreografia mostra os artistas ao lado de uma trupe de bailarinos que se movem em perfeita sincronia, sem perder a espontaneidade e o despojamento que a música transmite. A rede social de vídeos curtos, aliás, será palco também para um challenge de dança com o áudio da faixa encabeçado pelos artistas.

A música tem uma mensagem que fala de estar sempre se superando, em constante evolução. E que, independente de estarmos em uma crescente, não podemos esquecer das raízes e de onde viemos. É como diz a frase ‘pra quem trampava no brechó o mesmo apetite nunca que mudou / a única coisa que mudou é que eu tenho um Air Force de cada cor’”, finaliza Pedro Qualy sobre o novo trabalho.

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

Veja Também

Filosofia de Rua apresenta seu novo trabalho, o clipe “Meu Recanto”

O grupo Filosofia de Rua traz em seu novo som, “Meu Recanto”, um contexto que envolve representatividade, respeito e...

Com “Furiosa”, Anitta entra para trilha sonora de Velozes e Furiosos 9

Anitta lançou nesta sexta-feira (18) seu novo single, "Furiosa" em todas as plataformas digitais, a...

Versatil Wolfff lançará o EP “AALAA” na próxima quarta-feira (22)

Em tempos de músicas descartáveis e genéricas, devemos colocar os holofotes em artistas fora da...

Com BNegão, single do Baião de Spokens é manifesto de uma era

Tensão. Revolta. Agonia. Estes são alguns dos sentimentos que podem aflorar ao ouvir "Idade Ruydosa", o...

Relacionadas