Rapper Renan Inquérito lança o livro ‘Poesia para Encher a Laje 2.0’

Rapper Renan Inquérito lança o livro ‘Poesia para Encher a Laje 2.0’

No último dia 22, o Inquérito lançou o seu 8º disco, agora, para complementar este projeto, chegou a reedição do livro Poesia para Encher a Laje.

Ajude o site PRUSMANO, faça uma doação

POESIA PRA ENCHER A LAJE 2.0 é muito mais que uma simples reedição do segundo livro de poesia visual de Renan. Essa nova LAJE na versão 2.0 tem suas poesias inteiramente recriadas e também ganha poemas inéditos, com projeto gráfico totalmente reelaborado com parceria da OBS.curadesign.  

O livro, nesta edição, conta com prefácio de Arnaldo Antunes, participação de Marcelino Freire e do rapper Emicida, que decreta: “Se hoje temos a ambição de reivindicar nossa identidade e transformar as quebradas em inteiras é porque tem uns doido igual ao Renan, que faz da poesia um estilo de vida e sai gritando por por aí com o seu megafone coisas que nos lembram que o cérebro mora na cobertura do corpo, mas aquele morador problemático que tá sempre batucando no andar de baixo, também tem seu valor. Escute ele.”

Livro Poesia na Lage rotated
Foto: Cassia Belini

Criada, apesar, e com as condições próprias do iSOLamento, sem que o livro se torne mero lamento, é leitura leve para dias pesados. O próprio autor revela por suas redes sociais como tem atravessado este período de criação e reinvenção: “… assim como tod@s vocês, passei por vários processos distintos, foram duras e dores, foras e flores, mas confesso que tenho vivido um misto de quarentena e libertação, tenho usado a arte como liberdade. Criar foi minha única CURA!”

Assim sintetiza Arnaldo Antunes em seu prefácio: “A poesia de verdade não é só crônica de seu tempo, mas ela em si um acontecimento. Um fato transformador da consciência e da sensibilidade de quem o presencia.”

Marcelino Freire é direto: “Poeta que vai além do concreto. Feito um papo reto. No grito. No pé do ouvido. Para manter o nosso olhar aberto.”

A obra poética de Renan faz parte de um grande projeto chamado i(SOL)amento, em que o livro não chega sozinho. A ação conta também com disco, vídeo, podcast e tudo mais que sua mente mandar. Uma verdadeira autocuradoria afirma o autor: “Sou criador e curador, de mim mesmo, na arte e na mente. Depois da pandemia, vem a primavera!” Mas sempre concreto, sempre certeiro INQUÉRITO, Renan alerta.

“No momento em que lançamos este livro o mundo vive uma pandemia, o Brasil, um pandemônio.” Revela sem meias palavras a epígrafe na nova obra de INQUÉRITO, Renan – que complementa: “Encontros e abraços estão proibidos, o ódio se viraliza e o amor se quarentena. Foi preciso usar máscaras para nos olharmos nos olhos.” Assim, de cara, o rapper e escritor Renan – com sua poesia concreta – capta o sentimento coletivo como quem recolhe água da chuva para sobreviver. 

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

Veja Também

“Homenagem aos Relíquias Set 3.0”, é o novo projeto do DJ Matt-D

Chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (04), "Homenagem aos Relíquias Set 3.0", novo projeto do...

Chinv lança mixtape “BurleMarx”, inspirada pelo paisagista Roberto Burle Marx

Chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (04), "BurleMarx", nova mixtape de Chinv. Roberto Burle Marx...

Ana K lança parceria com Rashid no clipe “Achados e Perdidos”

Ana K, a mais nova diva pop do Inbraza, lança nesta sexta (04) o clipe...

Marcelo D2 apresenta sucessos de sua carreira em shows ao longo de dezembro

Marcelo D2 abre a temporada de fim de ano com uma série de shows virtuais,...

Relacionadas