Com beat romântico, Felipe Flip lança novo single e videoclipe

Com beat romântico, Felipe Flip lança novo single e videoclipe

Ajude o site PRUSMANO, faça uma doação

Voltado totalmente para a carreira solo e construindo uma nova etapa de sua trajetória musical, Felipe Flip lança “Ruim de Esquecer”, uma declaração de amor em forma de poesia, em novo feat com a artista curitibana Liu, da banda Tuyo. Disponível nas plataformas digitais e com videoclipe no Youtube, a música é o quarto single do novo disco, com previsão de lançamento no segundo semestre, e o primeiro via Olga Music, selo criado em parceria com a distribuidora ADA.

“A letra é inspirada em fatos reais. É como um poema de alguém que está apaixonado, mas também sabe que amor é uma construção e que é preciso estar disposto a reconquistar a pessoa amada todos os dias, como no trecho “foi bom, mas foi ontem”. Esse alguém sou eu mesmo e tive a honra de contar com a ajuda da Liozinha para musicar essa poesia. Acredito que o público vá receber essa música como um convite à reflexão sobre a importância de assumir uma paixão e se dedicar a alguém que te faz bem. Independente da forma de amor, é cada vez mais valioso, principalmente nesses tempos insanos”, declara Flip.

Filho de mãe brasileira e pai nigeriano (este, inclusive, frequentava os ensaios promovidos por Fela Kuti), o rapper paulistano Felipe Flip vem construindo uma nova fase na carreira. O caminho percorrido por ele até aqui contabiliza experiências diversas, que vão da convivência com o seu filho, Isaac, ao seu início no rap junto ao grupo ZRM (Zero Real Marginal), contabilizando ainda a passagem pelo coletivo DamassaClan.

Dedicado à carreira solo, o rapper filtrou os aprendizados e se reconectou com a própria história para, assim, construir um alicerce sólido neste novo momento – “mais Flip, menos banca”. Felipe Flip vem da escola hardcore, da Vila Maria, em São Paulo, do lifestyle do skate e foi no rap que encontrou a melhor forma de expressar suas experiências e o modo de ver a vida.

O novo disco já tem nome: “Pela Cor”, e vai trazer uma manifestação mais pessoal do artista, sua luta, a luta afro-punk, o homem preto no rap. Projeto que explora o lado mais sensível do cantor, o álbum vem sendo produzido com Tuti Camargo e em colaboração com Lio. “O vocal da Lio me ajudou muito nas ideias, melodias, letras e construções de vida mesmo. Até então, eu lidava mais com homens, héteros, skatistas. Muito importante essa troca”, ressalta Flip.

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

Veja Também

Marcela Veiga e Igor lançam single “Terapia”; ouça aqui

Nesta quinta-feira (23), Marcela Veiga e Igor lançam “Terapia”. Disponível nas principais plataformas de streaming,...

Tribo da Periferia divulga segunda faixa do projeto ‘Acústico Vivências’

Nesta quinta-feira, 23 de setembro o duo Tribo da Periferia disponibilizou nas principais plataformas de...

Mano Brown discute fé e religião no próximo Mano a Mano

O mais novo episódio do podcast Original Spotify Mano a Mano, que vai ao ar amanhã,...

Com “MONTERO”, Lil Nas X emplaca três músicas no top 10 Global na Deezer

Depois de seu EP de estreia em 2019 e uma série de postagens nas quais...

Relacionadas