WARLLOCK faz trap melancólico em “Cinzas Pela Janela”, prévia de seu novo álbum

WARLLOCK faz trap melancólico em “Cinzas Pela Janela”, prévia de seu novo álbum

Sozinho em seu apartamento, uma pessoa fuma enquanto espera o tempo passar. A imagem que é rotina na quarentena surge representando o clima após o fim de um relacionamento em “Cinzas Pela Janela”, faixa que chega com um clipe e é uma prévia do novo disco do rapper WARLLOCK. O single está disponível em todas as plataformas de música digital.

“A música pauta o sentimento de término, narrando um momento de reflexão na janela de um apartamento. O instrumental, produzido por Graça, busca elementos do trap ao mesmo passo que traz melodias que vão na contramão do gênero, criando um meio termo agridoce”, explica ele.

Rapper em ascensão e dono de uma poética única, WARLLOCK faz de seus versos uma janela para que outras pessoas acessem a sua realidade indo da fúria ao bom humor. Trazendo uma poética inspirada por rock e versos que retratam sua vivência enquanto homem gay, ele desenvolveu uma discografia rica e que ganhará um novo capítulo com o lançamento de seu novo álbum.

Ele iniciou sua carreira em 2014, em sua cidade natal de Florianópolis, em Santa Catarina. Fazendo músicas descontraídas e letras voltadas para o estilo bragadoccio ele lançou uma série de EPs e mixtapes pelo selo NREC 727. Dois anos depois, ao lado do curitibano Halfteros (que na época assinava como Alexandre PS) criou o duo Teoria do Caos, com quem lançou a mixtape “V” (2016), o EP “Antes dos Teóricos Chegarem” (2018) e o álbum “Na Prática” (2019)

Mas sua carreira solo iniciou de fato em 2018, com um ano muito rico com dois álbuns lançados: “Vilão Órfão de Vilania” e “Versos Oníricos do Ontem”. Os trabalhos solo, diferentemente dos trabalhos anteriores, trazem referências como Ratos de Porão e Quinto Andar e um estilo mais técnico e ácido. 

Em 2019, criou o selo Cereja Ouro com o rapper e produtor GGOSS e deu o pontapé inicial na produção do terceiro álbum, o “Nova Escala”, com produções de GGOSS, Graça e Alice Piink e que será lançado em breve. A ideia é trazer uma nova roupagem e um olhar menos centrado nas questões LGBTQ+ para trazer um olhar adaptado ao mundo de 2020 e sem tanto a estética do rock.

“Cinzas pela janela” se une às já lançadas “Tipo Blunt” e “Contas” no disco. O novo single está disponível em todos os streamings de música.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

Mais